O movimento de sobe e desce do elevador está diretamente relacionado ao princípio de cargas. Parece complicado, mas não é. Para entender melhor, basta recorrer ao funcionamento da gangorra. Quando uma pessoa dá o impulso para subir, a outra, automaticamente, desce e vice-versa.
Com o elevador também é assim, só que neste caso, o equilíbrio de cargas é o resultado de um sistema mecânico impulsionado pela cabina e o contrapeso. Sempre que a cabina sobe, o contrapeso desce e vice-versa.
Assim como os trens, os elevadores se movimentam com o auxílio de dispositivos semelhantes aos trilhos, as guias. Dispostas verticalmente e perfeitamente prumadas, as guias são os alicerces através dos quais a cabina e o contrapeso se deslocam, em sentidos opostos, em perfeita sincronia.
O movimento da cabina é balanceado pelo contrapeso, uma estrutura metálica preenchida com pedras de concreto ou ferro fundido, que desliza sobre as guias instaladas na parte de trás ou na lateral do poço. O peso do contrapeso é calculado para cada tipo de elevador, de forma a garantir o correto balanço de cargas com o menor consumo de energia.
Instalados no poço do elevador, o contrapeso e a cabina ficam bem próximos, a uma distância que, em alguns casos, pode chegar a apenas três centímetros. Por isso, as guias devem ser instaladas com precisão milimétrica para garantir a eficiência do sistema de deslocamento do elevador.
Além de ser os ‘trilhos’ do elevador, as guias possuem outras funções importantes para o movimento do elevador:
Determinam o caminho perfeitamente alinhado que o elevador deve seguir, corrigindo possíveis imperfeições das paredes internas do poço;
Evitam que o contrapeso e a cabina toquem nas paredes entre si, para garantir o conforto e a segurança das pessoas durante a viagem;
Garantem a eficiência da frenagem de emergência (em conjunto com o freio de segurança), em caso de rompimento de todos os cabos de tração, travando a cabina nas guias.

Infografico_elevador_300-01

Related Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>