Mais da metade da população mundial já vive em áreas urbanas e até 2050 estima-se que as cidades serão a moradia de 70% dos habitantes do planeta, o que equivaleria a 5 bilhões de pessoas, segundo levantamento da ONU – Organização das Nações Unidas.

Com grandes restrições de espaço, as construções de tamanho médio e os arranha-céus são as soluções mais viáveis tanto em termos econômicos, como em relação aos aspectos ambientais para acomodar o rápido crescimento das populações urbanas.

Este cenário, porém, impõe desafios para a questão energética. Os edifícios respondem por 40% do consumo de energia do mundo, segundo a Agência Internacional de Energia (IEA), índice superior ao registrado pela indústria e os meios de transporte.

O elevador é parte importante nesta equação: responde por 5% a 15% da energia consumida pelos edifícios.  Por isso, as novas tecnologias já foram desenvolvidas para melhorar a sustentabilidade econômica e ambiental dos edifícios, reduzindo o consumo de energia em edifícios novos; além de ganhos com soluções para a modernização de elevadores antigos.

 

Post_Facebook_Eficie¦éncia Energe¦ütica_2

Related Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>