Na hora de escolher o elevador certo para um projeto de acessibilidade, o primeiro passo é definir a finalidade de uso do equipamento e onde será instalado.

Quando falamos de espaços públicos como bancos, escolas, clínicas médicas, academias e teatros, entre outros, o parâmetro sempre tem que ser a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência.

A legislação determina que para as construções já existentes é necessário adaptar os espaços para promover o acesso de todos. Quando se trata de uma obra nova, o projeto já deve prever a instalação de soluções para essa finalidade.

O elevador é o equipamento mais indicado quando falamos em construções com até cinco pavimentos ou 12 metros de altura. Mas, não se trata de um elevador convencional.

É preciso que ele atenda às exigências da NBR 12892, que estabelece os requisitos de segurança para a construção e instalação de elevadores de uso restrito à pessoa com mobilidade reduzida. Por isso, é obrigatório a aplicação de adesivos nas portas, indicando a finalidade de uso do equipamento.

Padrão diferenciado

O elevador de uso restrito V 300 tem características diferenciadas para o transporte exclusivo de pessoas com deficiência física ou mobilidade reduzida. Começando pela área necessária para sua instalação. A caixa de corrida precisa ter 1, 40 metro de largura por 1,50 metro de profundidade.

O tamanho é ideal para o elevador comportar uma pessoa com cadeira de rodas e um acompanhante ou até três passageiros. O que equivale a uma capacidade para transportar até 225 quilos.

A segurança é um dos itens mais importantes do equipamento. Por isso, o elevador possui sistema de emergência dotado de resgate automático, iluminação de emergência, intercomunicador e sintetizador de voz na cabina para facilitar a comunicação, além de código braile nas botoeiras.

A cabina possui piso antiderrapante, guarda-corpo, portas automáticas e espelho ao fundo como opcional.

Elevador de Uso Restrito

Elevador de Uso Restrito v300

Tecnologia mundial

A mesma evolução tecnológica disponível para os elevadores convencionais está presente no modelo V300. A máquina gearless, sem engrenagem, garante maior eficiência no deslocamento das pessoas e o tracionamento cogbelt, que utiliza cintas ao invés de cabos de aço, reduz os ruídos, ampliando o conforto durante as viagens.

O acabamento também segue o mesmo padrão de qualidade.  A cabina e as portas podem ser em aço inox ou em pintura nas cores cinza ou branca, além da opção panorâmica, para um projeto de design diferenciado. Completam os itens de acabamento da cabina o ventilador, o sub-teto em aço inox polido, a iluminação LED e as botoeiras com display LCD.

Tecnologia de tracionamento por Cogblet

Tecnologia de tracionamento por Cogblet

Produto acessível

Ter um elevador de uso restrito é um investimento que pode caber no orçamento com um bom planejamento.

Para comprar um modelo V300 existe uma linha de crédito do BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico, especialmente para empresas, como construtoras, escolas, bancos, etc.

O parcelamento poder ser feito em até 48 vezes, diluindo o valor do investimento para uma melhor gestão dos custos para o cliente. Um diferencial para que o projeto de acessibilidade seja acessível a todos.

Desenvolvemos uma linha completa de produtos de acessibilidade para todos os tipos de projetos. Acesse aqui e saiba mais!

Related Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>