No mês de outubro, o mundo se veste de rosa. Edifícios, monumentos, locais públicos e privados, todos ganham nuances da cor como forma de adesão à campanha Outubro Rosa, de prevenção e combate ao câncer de mama. Para a edição deste ano, a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) definiu como tema Quanto Antes Melhor. O objetivo é estimular nas mulheres a adoção de um estilo de vida saudável o mais breve possível. Isso porque, a prática regular de atividades físicas e a boa alimentação previnem doenças, entre elas o câncer de mama.

A entidade também incentiva que as mulheres utilizem a hashtag #quantoantesmelhor em suas redes sociais. Uma maneira de participar do movimento e de promover a conscientização de outras mulheres sobre a importância do autocuidado e da realização de exames periódicos, principalmente a mamografia, a partir dos 40 anos de idade. O diagnóstico precoce possibilita um tratamento muito mais eficaz da doença. Ou seja, o quanto antes se detecta o tumor, maiores são as chances de cura, bem como diminuem as possibilidades de metástase em outros órgãos.

Conscientização na pandemia

Diante disso, a campanha deste ano tem um papel muito maior de estímulo e de conscientização. Por conta da pandemia da Covid-19, houve grande diminuição nos procedimentos de rastreamento e tratamentos de câncer de mama. Segundo a SBM, em abril e maio foi registrada uma queda de 75% nos exames de mamografia nos hospitais e centros de saúde na comparação com o mesmo período de 2019. Esse dado é preocupante e deve ser mudado, pois o câncer de mama é o que mais afeta as mulheres em todo o mundo. A doença responde por cerca de 25% dos casos novos de câncer, a cada ano.

No Brasil, o Instituto Nacional de Câncer (INCA) estimou, para 2020, 66.280 novos casos de câncer de mama, o que representa um crescimento em torno de 30%, em comparação ao ano anterior. Com esses dados, está no topo dos que mais atingem o sexo feminino, ficando em segundo lugar o câncer de colorretal que responde por 9,2%, com 20.470 casos novos.

Hábitos que podem ser adotados

– Alimentar-se bem, priorizando os alimentos naturais, proteínas de boa qualidade, frutas, legumes e verduras.

– Evitar os produtos industrializados e ultraprocessados, excessos de gorduras e açúcares.

– Praticar exercícios físicos pelo menos três vezes por semana.

– Visitar o médico regularmente e fazer os exames de rotina, que inclui a mamografia.

Laço rosa

O Outubro Rosa foi criado em 1990 pela Fundação Susan G. Komen for the Cure, durante a primeira corrida pela Cura, em Nova York, nos Estados Unidos. Na ocasião, foram distribuídos laços rosa para os participantes.

Nos anos seguintes, ganhou força e é celebrada anualmente em todo o mundo. O objetivo é compartilhar informações, promover maior acesso aos serviços de diagnóstico e aos tratamentos e contribuir para a redução da mortalidade por câncer de mama.

A prevenção faz parte da nossa política de saúde e o Outubro Rosa é marcado por várias iniciativas, visando o bem-estar das mulheres que trabalham conosco e suas dependentes.   Em apoio ao movimento, também iluminamos de rosa, pelo 10º ano consecutivo, a torre de testes, localizada em Guaíba (RS), além da fachada do prédio que abriga a Filial e o Centro de Serviços Compartilhados, em Porto Alegre.

Related Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>