A thyssenkrupp será a marca em transporte vertical do Hudson Yards, maior empreendimento imobiliário privado dos EUA. Serão mais de 100 equipamentos, entre elevadores e escadas rolantes, para atender o projeto que é considerado o maior de Nova York desde o Rockefeller Center.

Entre os diferenciais do projeto estão 40 elevadores TWIN, o único sistema de elevadores do mundo que opera com duas cabinas independentes em uma única caixa de corrida. O empreendimento será a primeira instalação do sistema TWIN em Nova York e a segunda nos EUA.

Todos os elevadores do empreendimento também estarão conectados ao MAX, primeiro serviço de manutenção preditiva de elevadores do mundo. Baseado em soluções de inteligência artificial e Internet das Coisas (IoT) da plataforma de nuvem Microsoft Azure, MAX pode reduzir pela metade o tempo de inatividade dos elevadores.

Sistema TWIN

Os benefícios dessa tecnologia passam pelo uso eficiente do espaço disponível, ao reduzir o número necessário de poços de elevador. Consequentemente, as áreas que eram destinadas à instalação dos elevadores podem ter outro uso por parte do incorporador. O sistema também amplia o número de passageiros transportados, com redução de consumo de energia.

O sistema de elevador TWIN possui duas cabinas operando independentemente em uma mesma caixa de corrida, fazendo uso eficiente do espaço disponível. Consequentemente, transporta até 40% mais passageiros que os elevadores convencionais.

Cada elevador TWIN possui seus próprios componentes mecânicos e elétricos e compartilha os mesmos trilhos, guias e portas em um único poço de elevador. Ao reduzir o número necessário de poços necessários, o espaço adicional é devolvido ao edifício, criando oportunidades adicionais de locação.
Saiba mais acessando a página do elevador TWIN no site da thyssenkrupp Elevator.

Hudson_Yards_2

Por dentro do megaprojeto

O Hudson Yards está sendo erguido no West Side de Manhattan em uma área de mais de 18 milhões de m2. Um bairro projetado para ser um modelo de experiência urbana do século 21.

As torres de escritórios fazem parte do plano geral que inclui 4.000 residências, um novo hotel e um espaço de varejo dinâmico que contará com mais de 100 lojas de luxo e especializadas, incluindo a primeira loja Neiman Marcus de Manhattan.

Uma mistura sem precedentes de prédios, ruas, parques, serviços públicos e espaços públicos que se combinarão para formar uma vizinhança conectada, receptiva, limpa, confiável e eficiente. A previsão é de abrir esses espaços ao público em 2019.

O Fifty Hudson Yards, um dos projetos que terá a marca thyssenkrupp, é a peça central do empreendimento. Um edifício de 300 m de altura, projetado para se tornar o quarto maior prédio de escritórios comerciais em Manhattan, quando concluído em 2022.

Outras duas torres integram o projeto com as tecnologias thyssenkrupp: 55 Hudson Yards, uma torre de escritório comercial de 51 andares, e o The Shed, primeiro centro multiartes de Nova York.
Para conhecer mais sobre o Hudson Yards acesse a página do empreendimento.

Related Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>