O Brasil experimentará uma grande mudança na mobilidade urbana com MAX, primeira solução de manutenção preditiva para elevadores do mundo, que a thyssenkrupp acaba de lançar no país.
Baseado em soluções de inteligência artificial e Internet das Coisas (IoT) da plataforma de nuvem Microsoft Azure, MAX pode reduzir pela metade o tempo atual que os elevadores ficam fora de operação, aumentando significativamente a disponibilidade dos equipamentos e a eficiência de transporte nas grandes cidades, como São Paulo e Rio de Janeiro.

“Os benefícios do MAX são reais e representam uma verdadeira revolução na forma como se presta serviços de manutenção na indústria de elevadores. Em um edifício conectado ao MAX, as pessoas não vão perder tempo esperando pelos elevadores”, afirma Sérgio Cardoso, Vice-presidente Mundial de Operações da thyssenkrupp Elevator.

Os dados enviados para a nuvem da Microsoft são analisados a partir de um algoritmo exclusivo, resultando em diagnósticos precisos capazes de prever falhas com antecedência, permitindo que os técnicos da thyssenkrupp possam atuar nos equipamentos antes mesmo da ocorrência de problemas relevantes, evitando que o elevador fique fora de operação.

A thyssenkrupp possui mais de 120 mil elevadores já conectados com o sistema nos EUA, Alemanha, Espanha e Coreia do Sul. Agora expande as aplicações do MAX para o Brasil e, em breve, para os demais países da América Latina.

O Brasil é o 6º maior mercado do mundo para o segmento de elevadores com 400 mil unidades instaladas. A thyssenkrupp espera conectar 28 mil elevadores no Brasil com o lançamento do MAX. Hoje, 50 unidades piloto equipadas com MAX já estão em funcionamento no Brasil, atuando de forma preditiva.

Assista o Lançamento do MAX:

Veja as fotos do evento: 

Related Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>