Entre 2012 e 2017, o Brasil ganhou 4,8 milhões de idosos e atingiu a marca de 30,2 milhões de pessoas nessa faixa etária. A pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e estatística (IBGE), divulgada em abril de 2018, mostra um crescimento de 18% desse grupo com mais de 60 anos, que tem se tornado cada vez mais representativo no Brasil. De acordo com o instituto, em 2060, ¼ da população brasileira, ou seja 25%, terá 65 anos ou mais.

Diante do aumento da expectativa de vida, os idosos têm alcançado autonomia e independência para executar tarefas diárias, inserindo-se cada vez mais na sociedade. A terceira idade, antes considerada uma fase de reflexão e descanso de uma vida inteira de trabalho é hoje um período de descobertas e oportunidades para por em prática novos planos e dar seguimento a projetos que ficaram no passado.
Trabalhar, mesmo após a aposentadoria, praticar atividades físicas, visitar exposições, ir ao shopping, ao cinema e ao teatro fazem parte do dia a dia de muitos idosos que passam longe daquela rotina pacata que há bem pouco tempo era comum entre a população com mais idade.

Acessibilidade universal

Para ter a liberdade de ir e vir, essa parcela da população se locomove pelas cidades usando muitas vezes o transporte público, principalmente o metrô, e por onde andam encontram elevadores e escadas rolantes para vencer um, dois ou mais andares. Apesar de popularizados, para utilizar esses equipamentos de mobilidade urbana é preciso atenção e cuidado, principalmente por parte deste público, que em virtude da idade, pode ter certa limitação física, gerando dificuldade de locomoção e falta de equilíbrio.

Neste sentido, a conscientização sobre o uso seguro e correto de elevadores e escadas rolantes é a principal arma para evitar acidentes. Embora não existam estatísticas oficiais sobre acidentes em escadas rolantes e elevadores no Brasil, é possível flagrar atitudes incorretas que podem prejudicar a segurança dos idosos. Por isso, a thyssenkrupp desenvolveu uma série de orientações para a adoção de práticas seguras. São dicas simples que todos podem seguir para continuar levando uma vida saudável e sem atropelos.

Dicas para idosos sobre o uso correto e seguro de elevadores e escadas rolantes
1# Antes de entrar ou sair do elevador confirme se o equipamento está parado e nivelado corretamente no andar;
2# Em elevador de porta eixo vertical (portas não automáticas, fixadas por dobradiças que abrem para fora quando puxadas), preste atenção no procedimento de abertura e fechamento da porta para evitar o contato ou choque que possa causar um incidente;
3# Caso utilize equipamento de mobilidade, como cadeira de rodas, por exemplo, preste atenção na abertura e fechamento da porta do elevador para evitar o atrito com o equipamento;
4# Ao usar escadas ou esteiras rolantes, coloque a mão no corrimão para manter o equilíbrio na hora de entrar e sair do equipamento;
5# O uso de cadeira de rodas, motorizada ou não, é proibido em escadas e esteiras rolantes. Neste caso, sempre use o elevador;
6# Quando usar o elevador com cadeira de rodas motorizada é obrigatório desligar o equipamento e acionar o freio antes de embarcar e durante o trajeto da viagem. A atitude evita acidentes e mantém o passageiro firme e seguro durante o percurso;
7# Em caso de limitação de locomoção, é recomendado ter um acompanhante por perto para entrar ou sair do elevador.

Related Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>