A thyssenkrupp e a Aldeias Infantis SOS vão atuar juntas no combate ao desemprego juvenil.  A parceria mundial terá no Brasil um dos seus pilares, a partir de ações no estado de São Paulo, em regiões com taxas de desemprego severas.

IMG_6648

O lançamento mundial do programa foi em Bogotá, na Colômbia, em novembro deste ano, com o objetivo de impactar 300 jovens, sendo 60 da Colômbia, 100 do Brasil e 130 da Índia, terceiro país a receber o projeto no mundo.

O objetivo é auxiliar os jovens a se tornarem adultos independentes profissionalmente através de treinamentos de habilidades, orientação para a carreira e suporte para empreendimentos.

A iniciativa faz parte do projeto mundial de responsabilidade social da thyssenkrupp denominado SEED (Sustentar, Educar, Elevar, Desenvolver) que visa apoiar e desenvolver as aptidões dos jovens na busca de emprego, por meio do voluntariado corporativo. O projeto vai ao encontro do programa YouthCan! da Aldeias Infantis SOS que visa o combate do desemprego juvenil com o apoio do setor privado.

No Brasil, dados do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística apontam que, no 1º trimestre de 2017, 28,8% dos jovens de 18 a 24 anos estavam desempregados. Na América Latina, estima-se que 25% dos jovens estão desempregados e 27 milhões trabalham de maneira informal e em condições inadequadas. No mundo, aproximadamente um terço dos jovens não tem acesso à educação, treinamento ou atividade profissional de qualquer natureza.

“É fundamental destacar a importância da formação desses jovens para o desenvolvimento de novos talentos muitas vezes escondidos, a partir do engajamento de nossos colaboradores em atividades efetivas de responsabilidade social”, destaca Sérgio Martins Cardoso, Vice President Head of Field Operation thyssenkrupp Elevator AG.

Related Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>