Hoje, 27 de julho, é comemorado em todo o Brasil o Dia Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho. Marco histórico na luta dos trabalhadores por melhorias nas condições de segurança e saúde no trabalho, a data busca alertar empregados, empregadores, governos e sociedade civil sobre a importância de práticas que reduzem o número de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho, a partir da promoção de um ambiente seguro, e incentivo às praticas saudáveis em todos os setores produtivos.

De acordo com o Anuário Estatístico de Acidentes do Trabalho da Previdência Social (AEAT) atualizado em 2015, foi registrada uma queda de 14% no número de acidentes em relação a 2014. O número de registros caiu de 712.302 para 612.632. Ainda de acordo com a publicação, houve queda significativa, inclusive no número de acidentes de trajeto, que vinha apresentando uma tendência de crescimento nos últimos anos.

Apesar das dificuldades e dos desafios do setor, os resultados positivos são reflexos da implementação, ainda que lenta, da cultura de segurança no País, através de iniciativas de instituições privadas e públicas.

A thyssenkrupp apoia esta causa e realiza um intenso trabalho com foco na prevenção para ampliar os níveis de segurança das equipes de instalação e manutenção de elevadores e escadas rolantes, engenheiros, técnicos e mestres de obras. A política de Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional é baseada nas diretrizes mundiais da thyssenkrupp, mas adaptada à legislação do País.

A importância da família

O trabalho de segurança desenvolvido pela empresa inclui treinamentos para motivar os colaboradores a trabalharem com segurança, além da elaboração de campanhas de conscientização com o envolvimento da família, componente importante quando se trata da valorização da vida.

A campanha deste ano usou como ferramenta um vídeo institucional de circulação interna, composto por depoimentos de familiares dos colaboradores, sob a temática: Agradecemos por se manter seguro (Thank you for being safe). “Por meio deste recurso audiovisual, nosso objetivo foi impactar o colaborador, sob o aspecto emocional e conscientizá-lo em se manter seguro no ambiente de trabalho, a partir do uso dos EPI’s  e EPC’s; Equipamentos de Proteção Individual e Coletiva”, afirma Cecille Felippi, da área de Comunicação Interna da thyssenkrupp.

A implementação da cultura de conscientização da segurança do trabalho dentro da empresa contribuiu não só para o maior comprometimento dos colaboradores em zelar por sua própria segurança no ambiente de trabalho, como também refletiu em mudanças positivas em suas vidas pessoais, através da adoção de uma nova conduta dentro de casa e a introdução dos ensinamentos adquiridos nos treinamentos de segurança, para com os seus filhos.

“As instruções adquiridas nos treinamentos servem como base para que eu possa ensinar meus filhos a zelarem pela sua segurança dentro de casa. Nas viagens, incentivo o uso de cinto de segurança e para a minha filha mais nova, o uso da cadeirinha”, relata Rodrigo Sanchez, Técnico de Manutenção da Filial da thyssenkrupp em Ribeirão Preto, interior de São Paulo.

Técnico da Filial da thyssenkrupp em Minas Gerais, André Fantoni, também levou para dentro de casa os ensinamentos que recebeu. “Meu filho é goleiro e expliquei a ele que o uso do uniforme (luvas, chuteiras, camiseta de manga comprida e joelheiras) são tão importantes para ele, quanto os EPI’s são para mim. São instrumentos que preservam nossa segurança, evitam acidentes e contribuem para o resultado do nosso trabalho”, argumenta Fantoni.

O uso de EPI’s e EPC’s está previsto em Norma do Ministério do Trabalho, mas sua aplicação e uso efetivo dependem da conscientização dos técnicos de manutenção de elevadores e escadas rolantes. Neste sentido, os relatos dos colaboradores da thyssenkrupp revelam os resultados positivos alcançados pela empresa, ao introduzir a prática da cultura de segurança do trabalho.

 

Related Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>