Assim como os elevadores, as escadas rolantes estão cada vez mais presentes em nosso dia a dia para facilitar a locomoção. Utilizá-la como meio eficaz e seguro para chegar a diversos destinos é algo tão comum, que muitas vezes não nos damos conta de como é o seu funcionamento.

Apesar de engenhoso, o mecanismo de funcionamento das escadas rolantes é simples. Para entender mais sobre este importante meio de locomoção, ouvimos o engenheiro Joel Coelho, Gerente do ITS – International Technical Services da área de negócios Elevator Technology da thyssenkrupp para o Brasil e América Latina. Atualmente ele coordenada o Comitê de Estudos de normas da ABNT para escadas e esteiras rolantes. Com sua experiência, ele listou orientações importantes sobre o uso seguro das escadas rolantes, como também algumas curiosidades sobre seu funcionamento.

Movimento de carrossel

A escada rolante é formada por uma corrente formada pela união de degraus que se movem em movimento contínuo e circular, como um carrossel. Acionados por uma máquina de tração, os degraus percorrem o caminho que vai do início ao fim da escada, e depois se curvam, fazendo todo o caminho inverso por baixo da escada.

Escovas de proteção

Para a segurança dos usuários, as escadas rolantes possuem vários dispositivos. Entre eles, as escovas fixadas na lateral dos degraus que servem para prevenir que as pessoas encostem os pés no rodapé. Uma faixa amarela serve de alerta e sinaliza o limite que não deve ser ultrapassado.

Imagem2

Botão de emergência

As escadas rolantes possuem um botão que pode e deve ser acionado em casos de emergência. Ele interrompe de imediato o funcionamento da escada, auxiliando, desta forma, no atendimento que seja necessário.

Posição correta

Ao ingressar na escada rolante, devemos segurar no corrimão e assim se manter por todo o seu percurso. O corrimão nos dá equilíbrio para entrar e sair da escada, como também nos auxilia em caso de parada brusca do equipamento. Na hora de sair da escada, também é importante ficar atento por conta da área de transição formada pelos degraus em movimento e a placa “pente” que é fixa, para não tropeçar.

Perspective of blue glass corridor in office center

Transporte seguro

O uso da escada rolante segue alguns critérios de segurança. Crianças menores de 10 anos devem estar acompanhadas por um adulto. Idosos, pessoas com mobilidade reduzida, inclusive cadeirantes, e pessoas transportando carrinhos de bebê devem optar pelo elevador. Já os animais de estimação de pequeno e médio porte podem ser carregados no colo. No entanto, para o transporte de animais de grande porte, o ideal é utilizar o elevador e manter o pet ao lado do dono durante toda a viagem.

iwalkTempo perdido

Caminhar na escada rolante não ajuda o passageiro a chegar mais rápido, como muitas pessoas acreditam. Além do risco de acidente, um estudo realizado no Metrô de Londres, na estação Holborn, concluiu que a ação não poupa o tempo dos usuários e ainda contribui para o atraso dos demais passageiros.

Milan Central Railway Station © thyssenkrupp

Mão única

Andar no sentido contrário da escada e sentar nos degraus são condições perigosíssimas e nunca é demais dizer que são proibidas. Os degraus da escada rolante possuem um desnível superior ao de uma escada fixa; dessa forma, a tentativa de caminhar no sentido oposto ao sentido de movimento da escada é altamente perigoso e pode causar acidentes graves.

Metro Line C Rome © MetroC

Cuidado com a roupa

A escada rolante possui um sistema de encaixe entre os degraus e os pentes, que pode prender a roupa. Por isso, é bom tomar cuidado ao usar saias e vestidos longos, bem como checar se o cadarço do tênis não está desamarrado.

SONY DSC

Curiosidades

A capacidade de transporte de uma escada rolante depende da largura do degrau e da velocidade, podendo variar entre 4.500 a 13.500 pessoas por hora. Dependendo do tamanho, em média uma escada rolante pesa entre cinco e 15 toneladas.

No Metrô de São Paulo está em operação a maior escada rolante do Brasil. Com 12 metros de desnível, ela fica na estação República, na interligação da linha 4 – Amarela com a Linha 3 – Vermelha do Metrô, e cruza dois níveis da estação.

DSC_0095

Related Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>