Uma das situações que requer mais cuidado na relação entre o passageiro e o elevador é quando o equipamento para de repente, em função de falta de energia ou de alguma falha de funcionamento. 

Quando isso ocorre é comum, num primeiro momento, as pessoas ficarem assustadas. Ficar preso pode parecer a pior das situações, mas é importante saber que, nesses casos, por questões de segurança, o elevador é projetado para deixar o passageiro retido. Por isso, saber administrar esta situação sem entrar em pânico ou arriscar a própria vida é fundamental. 

Projetados para manter o mesmo nível de segurança durante essas ocorrências, os elevadores não representam nenhum perigo ao passageiro. Muito pelo contrário. Ficar dentro do elevador, esperando o resgate é muito mais seguro do que tentar sair a qualquer preço. 

As estatísticas comprovam que a maior incidência de acidentes com elevador está relacionada a atitudes incorretas no resgate de passageiros ou na precipitação do usuário em forçar a saída sem o auxílio de pessoal especializado. Por isso, o condomínio deve ter muito claro quais são os procedimentos que devem ser adotados nesses casos.

Em primeiro lugar, o passageiro não deve aceitar a ajuda de pessoas não habilitadas para sair do elevador e nem tentar sair sozinho. O correto é pedir ajuda através do botão de alarme ou do interfone, permanecer calmo, de preferência sentado, e aguardar a equipe técnica. 

 

Related Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>