A paisagem da cidade de Quito, capital do Equador, está passando por uma grande mudança que trará consequências positivas para o cotidiano das pessoas. Trata-se da construção do primeiro metrô, maior projeto de mobilidade já realizado na cidade, e que resultará em grande impacto no deslocamento das pessoas.

Contribuindo com essa importante obra de infraestrutura, a thyssenkrupp Elevadores vai ajudar a tornar o deslocamento pela capital equatoriana mais eficiente, confortável e seguro.

A empresa foi escolhida para fornecer as escadas rolantes e os elevadores das futuras estações do metrô. Ao todo serão 122 equipamentos, instalados em 15 estações: Quitumbe, Moránvalverde, Solanda, El Calzado, El Recreo, La Magdalena, San Francisco, La Alameda, El Ejido, Universidad Central, La Pradera, La Carolina, Iñaquito, Jipijapa, El Labrador.

Tecnologia e design

Os 46 elevadores são do modelo synergy, sem casa de máquinas. Eles vão operar na velocidade de 1 metro por segundo e terão capacidade de transportar até 13 pessoas, ou 1.000 quilos, por viagem. Entre seus diferenciais estão a acessibilidade universal e portas de vidro com acabamento em aço inoxidável.

Já as 76 escadas rolantes são do modelo Tugela e podem transportar até 7.300 pessoas por hora, sendo possível sua adequação para um funcionamento contínuo em ambas as direções. Além de ideal para receber esse grande volume de pessoas, as escadas se destacam pelo design, com balaustrada em vidro e revestimentos em inox.

metro-quito-02

Com previsão de conclusão em dezembro de 2019, o metrô vai transformar o transporte público da capital do Equador.

 

Este é o maior projeto de mobilidade já realizado na cidade.

Este é o maior projeto de mobilidade já realizado na cidade.

Cidade interligada

Com previsão de conclusão em dezembro de 2019, o metrô vai transformar o transporte público da capital do Equador, interligando as regiões norte, centro e sul da cidade. Por conta dessa capilaridade, a expectativa é atender uma demanda de 400 mil passageiros no primeiro ano de operação do metrô, que terá 22 quilômetros de linha.

Mobilidade nas metrópoles

Depois de concluído, os usuários do metrô de Quito terão à sua disposição os mesmos equipamentos da thyssenkrupp Elevadores que contribuem com a melhoria da mobilidade urbana de outras grandes cidades e metrópoles.

Um exemplo é o metrô de São Paulo, onde mais de 600 equipamentos da marca operam, garantindo o deslocamento de milhões de pessoas diariamente. Em Sydney, na Austrália, as seis novas estações também contam com 200 equipamentos da empresa, entre elevadores e escadas rolantes. (linkar com matéria do blog).

Related Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>