Durante evento hoje, em Nova York, EUA, anunciamos mais uma importante inovação com o objetivo de transformar a indústria de elevadores. A tecnologia HoloLens da Microsoft passa agora a ser uma ferramenta para as operações de  manutenção de elevadores no mundo.

O dispositivo especial de realidade mista vai ser usado por mais de 24.000 técnicos de manutenção da empresa, reduzindo significativamente o tempo das intervenções. Testes de campo iniciais já mostraram que com o HoloLens, o técnico pode  realizar a mesma tarefa até quatro vezes mais rápido do que antes.

“Com elevadores transportando mais de um bilhão de pessoas por dia, a indústria de manutenção tem um papel fundamental a desempenhar para manter as cidades funcionando. Continuamos focados em liderar a transformação dessa indústria, introduzindo as últimas tecnologias, processos e treinando técnicos para capacitá-los a realizar um trabalho melhor com menos estresse e mais tranquilidade. Nosso objetivo é aumentar drasticamente a eficiência, aumentar a vida útil dos elevadores e acelerar os serviços de manutenção para assegurar que o equipamento de mobilidade esteja sempre funcionando como deve, garantindo a cada passageiro, a experiência de viagem mais segura e confortável possível”, disse Andreas Schierenbeck, CEO da thyssenkrupp Elevator.

Usando o HoloLens, os técnicos de manutenção serão capazes de visualizar e identificar antecipadamente os problemas nos elevadores e terão acesso viva-voz a informações técnicas e especializadas quando estiverem no local do serviço – com redução significativa de tempo e estresse.

“Essa aplicação do HoloLens em nossas operações de manutenção foi possível através da nossa colaboração com a Microsoft, e a estreita integração com seus especialistas de software que nos permitiu inclusive explorar aplicativos dedicados do HoloLens para atender às exigências específicas da thyssenkrupp”, comentou o CEO da thyssenkrupp Elevator sobre mais uma parceria com a Microsoft.

A primeira tecnologia desenvolvida em conjunto entre as duas empresas foi o MAX, solução de manutenção preditiva que já está em operação em milhares de elevadores. Lançado em 2015,  o MAX já está conectado com milhares de unidades nos Estados Unidos, na Alemanha e na Espanha e estará conectado a 180.000 unidades até o final de 2017. A bem-sucedida implementação nesses países-pilotos já preparou o terreno para lançamentos em outros países até o final de 2016.

Entre os edifícios icônicos cujos elevadores já estão conectados à nuvem através do MAX, está o One World Trade Center, em Nova York, EUA. O prédio tem elevadores que viajam mais rápido do que Usain Bolt, capazes de se deslocar do térreo ao 102o andar em apenas 60 segundos, e drives regenerativos que convertem a energia produzida quando os elevadores desaceleram em eletricidade que pode ser usada para reduzir significativamente o consumo de energia elétrica do edifício. Agora equipada com as tecnologias MAX e HoloLens, a torre está estabelecendo novos padrões de sustentabilidade e eficiência de prédios.

“A rápida urbanização em todo o mundo significa que nossas cidades estão ficando maiores e mais verticalizadas, tornando essencial usar o poder da tecnologia para reduzir a superlotação e fazer as pessoas se deslocarem da maneira mais eficiente possível”, disse Andreas Schierenbeck, com relação a esse tema. “Ao reforçar o poder do IoT com soluções como o MAX e o HoloLens, a thyssenkrupp pode avançar ainda mais na era digital e transformar a forma como a indústria de elevadores oferece serviços de manutenção.”

Related Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>