Os gastos com as contas de água e luz são motivos constantes de preocupação para os condomínios. Economizar no orçamento e manter em dia as despesas fixas de um prédio não é tarefa fácil e nem depende só do desempenho da administradora ou do síndico.

Agora imagine o impacto que pode causar a possibilidade de consumir menos energia com elevadores e ainda devolver essa mesma energia para a rede de eletricidade do prédio? Se você ficou interessado, não precisa ficar só na imaginação. A solução já está disponível e ao alcance do seu condomínio com a implantação do Sistema Regenerativo.

Essa tecnologia é a mais aplicada na redução do consumo de energia em elevadores. Na prática, o prédio recebe parte da energia devolvida pelo motor de tração do elevador em duas ações: quando sobe com a cabina abaixo da metade da sua capacidade ou quando desce com acomodação superior a 50%. A velocidade do elevador e a carga da cabina são os elementos que mais contribuem para a devolução de energia elétrica reaproveitável. Em média, os prédios com Sistema Regenerativo registram economia de até 35% em relação aos sistemas convencionais.

A reutilização desta energia ocorre no sistema de elevadores quando um consome a energia transferida pelo outro ou ainda pode ser devolvida para o prédio.

Simulação de consumo

O condomínio pode solicitar a realização de simulação para saber quanto exatamente os elevadores gastam de energia. São avaliados os equipamentos, potência dos motores, número de andares, quantidade de viagens, frequência de uso, velocidade e capacidade de passageiros, entre outros. A thyssenkrupp têm duas ferramentas para simular o consumo de energia do elevador: calculadora energética que avalia o consumo comparando duas situações diferentes; e o software de simulação para cálculo de tráfego Elevate que mede o consumo de energia diário, mensal, anual e também a circulação em todos os tipos de edificações.

Related Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>