No dia 08 de março, próximo domingo, será celebrado o Dia Internacional das Mulheres. Mais do que uma homenagem, a data marca a busca pela valorização da mulher e o repúdio às diferenças e discriminações entre os gêneros.

O tema definido pela ONU Mulheres para celebrar a data no mundo é Eu Sou a Geração Igualdade: concretizar os direitos das mulheres. Um chamamento para as mudanças da igualdade de gênero, que ainda são lentas, apesar de estarmos no final da segunda década do século 21.

 Segundo o órgão, em todo o mundo, ainda há mulheres que trabalham mais e ganham menos que os homens, mesmo ocupando os mesmos cargos; e que sofrem violência, assédio e discriminação em locais públicos e privados.

Dados no Brasil

Um estudo da Organização Internacional do Trabalho – OIT, divulgado no ano passado, revelou que as mulheres recebem 17 % a menos por hora de trabalho na América Latina, com relação aos homens. No Brasil, a diferença é maior e chega a 25%.

O levantamento mostra que as mulheres têm desvantagens na comparação com homens da mesma idade, nível educacional, presença de crianças em suas casas, condição rural e tipo de trabalho.

Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), no Brasil ainda é muito comum na vida das mulheres a chamada dupla jornada, ou seja, a mulher desempenha suas tarefas em um emprego formal e também realiza suas rotinas de cuidados e afazeres domésticos.

E essa atuação dobrada gera um impedimento ao aumento da participação feminina na força de trabalho. As últimas informações do instituto, que datam do quarto trimestre de 2018, mostram que a taxa de participação das mulheres era quase 20% inferior à dos homens (52,7%, contra 71,5% deles).

Orientações para empoderar

Para reverter esses números e estar alinhado com o tema do dia Internacional das Mulheres 2020, as corporações podem adotar os Princípios do Empoderamento das Mulheres, que foi desenvolvido pela ONU Mulheres e o Pacto Global, iniciativa da ONU voltada para as empresas incentivando-as a adotarem políticas de responsabilidade social corporativa e sustentabilidade.

  1. Estabelecer liderança corporativa sensível à igualdade de gênero, no mais alto nível.
  2. Tratar todas as mulheres e homens de forma justa no trabalho, respeitando e apoiando os direitos humanos e a não discriminação.
  3. Garantir a saúde, segurança e bem-estar de todas as mulheres e homens que trabalham na empresa.
  4. Promover educação, capacitação e desenvolvimento profissional para as mulheres.
  5. Apoiar empreendedorismo de mulheres e promover políticas de empoderamento das mulheres através das cadeias de suprimentos e marketing.
  6. Promover a igualdade de gênero através de iniciativas voltadas à comunidade e ao ativismo social.
  7. Medir, documentar e publicar os progressos da empresa na promoção da igualdade de gênero.

A thyssenkrupp Elevadores está de acordo com esses princípios da ONU pela valorização, respeito, reconhecimento e importância da mulher no mercado de trabalho.

#empoderadas

DiaMulherPORT_POst_

Related Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>