Além de uma manutenção periódica preventiva e corretiva quando necessário, a conservação do elevador está relacionada a outros fatores que influenciam no seu desempenho.
Listamos 7 cuidados básicos que os condomínios devem ter para aumentar a vida útil dos seus equipamentos e a segurança das pessoas transportadas:

#1 Respeitar o limite de peso

O excesso de carga, além do limite de peso permitido no elevador pode colocar em risco a segurança dos passageiros e causar prejuízos ao desempenho do equipamento, gerando gastos maiores com a manutenção. Obrigatoriamente, todo elevador possui uma placa que indica a capacidade em números de passageiros e o equivalente em quilos. Pelas normas atuais que regem a fabricação de elevadores no Brasil, (NM 207; para elevadores com casa de máquinas e NBR 16042; para elevadores sem casa de máquinas) cada passageiro corresponde a 75 quilos, ou seja, em um elevador com capacidade para transportar oito passageiros, o limite de carga é de 600 quilos.

City


#2 Revestir e proteger a cabina

Ao transportar itens pesados e de grande volume é válido observar a dimensão destes itens para avaliar a capacidade de peso do elevador e realizar os devidos ajustes nos objetos. Caso o elevador tenha capacidade para transportá-los, é imprescindível utilizar o acolchoado de proteção na cabina para evitar batidas, possíveis riscos e até quebra de vidro do espelho, preservando assim, o patrimônio comum do edifício.

Mebe Russia

 


#3 Não usar água para limpar o elevador

O elevador possui diversos componentes elétricos e eletrônicos que ao entrarem em contato com a água podem comprometer seu pleno funcionamento e causar transtornos a todos. Por isso, o condomínio deve evitar o uso de água para efetuar a limpeza dos elevadores e fazê-la somente com um pano úmido; impedir que a água das chuvas escorra pelo poço do elevador através da portaria ou pela garagem do edifício e checar as condições da casa de máquinas para evitar a infiltração de água e danos aos equipamentos (motor, quadro de comando e máquinas). Quando acontecer de entrar água no elevador, a primeira atitude é chamar a assistência técnica e desligar a chave geral. Já os moradores devem evitar entrar no elevador com capas ou guarda-chuvas encharcados e tomar cuidado ao transportar objetos que armazenem líquidos.

Technician at Work Pricesa Munia Hotel and Spa, Oviedo (Asturias), Spain


#4 Evitar brincadeiras no elevador

Apesar da visão lúdica das crianças diante do sobe e desce do elevador, é importante ressaltar que o equipamento é um meio de transporte e que não deve ser utilizado para brincadeiras. O mesmo aviso vale para os adultos, principalmente, em algumas situações de estresse.  Apertar vários andares ao mesmo tempo, por exemplo, não vai fazer o elevador chegar mais rápido. Pelo contrário, irá ocasionar paradas desnecessárias e desgaste do equipamento, provocando atrasos e prejuízos com uso em excesso da energia elétrica do edifício.

Hotel Rey Juan Carlos, Barcelona, Spain


#5 Não forçar a porta do elevador

A porta do elevador é um dos itens que apresenta maior número de chamados. No uso diário, é importante não forçar a abertura da porta, em qualquer situação. As portas são automáticas e um sensor informa quando a cabina está no andar e, automaticamente, a porta se abre. Quando não houver este alinhamento, ou seja, a cabina com o andar, a porta não abre, mesmo que o passageiro tente forçar. Quando o elevador for mais antigo, sem portas automáticas, a atenção deve ser redobrada, e o passageiro deve checar se o elevador está no andar ao abrir a porta.

Employee Shoot


#6 Pet no elevador

Os animais de estimação, principalmente cães e gatos, ganham cada vez mais espaço nos lares brasileiros, o que tem provocado mudanças de convívio social, principalmente porque hoje em dia, eles não ficam mais restritos ao ambiente doméstico. Para quem mora em condomínio, é comum conviver com estes animais em regiões de acesso aos elevadores, por exemplo. Por isso, como não existem leis específicas que visam o transporte correto dos animais nestes locais, é importante carregar o pet no colo para manter a boa convivência dentro do condomínio e evitar que os bichinhos fiquem presos na porta do elevador, preservando assim a segurança deles.

Imagem1

 


#7 Resgate seguro de pessoas presas nos elevadores

Se uma pessoa ficar presa no elevador, o zelador deve contatar o passageiro por meio do interfone e tranquilizá-lo enquanto aciona imediatamente a equipe de assistência técnica responsável pela manutenção dos elevadores para efetuar o resgate seguro.  Em caso de problemas com o elevador, como peças que venham apresentando desgaste, por exemplo, o contato com a equipe técnica também deve ser feito para efetuar a manutenção corretiva ou a substituição de peças.

RS201532_Thyssen_14.04_M1_2083

Related Post

  1. Leonardo batista diz:

    Essas dicas são muito om portante, pois sou mecânico de preventiva e vejo muitos elevadores com defeitos por causa de uso inadequado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>