Na semana do Meio Ambiente destacamos uma importante iniciativa da área de sustentabilidade do ciclo do elevador que não é visível, mas que faz a diferença para um processo ecoeficiente.

Estamos falando da área de prestação de serviço de manutenção, que tem como atores principais os técnicos de campo, profissionais que atuam na linha de frente da operação, em 67 filiais e postos de serviços localizados em diferentes capitais e cidades brasileiras. Além da manutenção propriamente dita do elevador, eles atuam como multiplicadores das práticas sustentáveis da thyssenkrupp Elevadores.

Uma delas é a logística reversa do óleo lubrificante usado no motor de tração dos elevadores. O processo tem início durante a manutenção dos elevadores que têm máquinas com engrenagem. A cada dois anos é necessário trocar o óleo. Para evitar que o material contamine o meio ambiente, os técnicos de campo realizam a manutenção dos equipamentos e recolhem o óleo usado. O material é armazenado em tambores de contenção em local adequado, nas próprias filiais para posterior envio a uma empresa que faz a coleta e o refino do óleo, evitando assim, a contaminação do solo em caso de possíveis vazamentos.

Treinamento Sustentabilidade

Treinamento Educação Ambiental – thyssenkrupp Elevadores

Para cada litro de óleo descartado na natureza são contaminados um milhão de litros de água. No ar, a sua queima indiscriminada gera gases tóxicos. No solo, ele pode contaminar os mananciais de água.

O uso de toalhas reutilizáveis em substituição às estopas para limpar as mãos ou uma peça do elevador, também foi uma solução sustentável. Após o uso, a estopa apresentava resíduos de óleo, substância que pode contaminar o solo se não for descartado corretamente. Agora, as toalhas usadas passam por um processo de lavagem industrial especial e retornam para o uso, fechando o ciclo sustentável do processo: o material que antes ia para o lixo (a estopa), deu lugar à toalha, que vai e volta com ganhos para o meio ambiente.

Para entender os processos, os técnicos de campo também recebem treinamentos de educação ambiental mensalmente na própria empresa. Com base na Política Nacional de Educação Ambiental – Lei Nº 9.795/1999, a empresa montou uma grade sobre assuntos diversos como: uso consciente da água, resíduos perigosos ao meio ambiente, poluição, desmatamento, emergência ambiental e desenvolvimento sustentável, entre outros, para manter a equipe consciente e atualizada.

Related Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>